Rafael Zacca

Rafael Zacca é poeta e crítico. É co-articulador da Oficina Experimental de Poesia, no Rio de Janeiro. Doutor em Filosofia na PUC-Rio, onde pesquisou a obra de Walter Benjamin. Colaborador do do Jornal Rascunho e da revista Escamandro. Autor de Kraft | Poemas (2015), Mini Marx (2017), Mega Mao (2018) e de A estreita artéria das coisas (no prelo). É um dos autores do livro de oficinas literárias Almanaque Rebolado, escrito a 20 mãos (2017).

 

 

Recomendado

Um poeta com profundo respeito pelas lagartixas e pelas cidades

2019-10-27
Como prática da liberdade
  É compreensível que se leia Leonardo Fróes como um poeta da natureza. Talvez porque tenha se recolhido em Secretário, na Serra de Petr&oa ...

Antígona e a ruína das cidades

2019-09-27
Como prática da liberdade
  Amir Haddad e Andrea Beltrão estão de volta com Antígona, de Sófocles, desta vez no Teatro Poeira (Botafogo, Rio de Janeiro). Andrea &eac ...

O canto do bacurau na longa noite dos 500 anos

2019-09-05
Como prática da liberdade
O bacurau é uma ave de dois cantos, de onde surgem seus dois nomes onomatopaicos: bacurau e curiango. De hábitos noturnos, a ave está associada em algum i ...

Viver vale, hoje tem ato: Henrique de ferro e o Brasil queimando

2019-08-23
Vária
  A Jéssica é uma amiga que traz o peito tatuado com a frase “só o desejo ensina”. A frase é uma corruptela feita em tradu&cced ...

O que dá para fazer com a poesia?

2018-11-19
Orpheu
A primeira vez que vi Adelaide Ivánova foi no lançamento de O Martelo. A última, foi no Rio de Janeiro, na praça do Largo do Machado, a lembran&cce ...

Todos os martelos o martelo

2018-11-19
Não me Importo com as Rimas
  O mais importante sobre O Martelo, de Adelaide Ivánova, já foi dito. Que este é “um verdadeiro martelo brincando de alvo com o coraç ...

É sem cartilha que a flor se elabora

2018-08-20
Orpheu
  Perto de completar 35 anos de carreira como escritora, se tomarmos como marco público a primeira edição de Estarrecer, Luci Collin está a ...

Claro-escuro em carvão :: capim de Guilherme Gontijo Flores

2018-04-21
Não me Importo com as Rimas
  Tornou-se usual referir-se ao “contemporâneo” como insígnia distintiva de boa poesia, seja pelo encontro estético da composiç& ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM