Lucílio Manjate

Nasceu em Maputo, capital de Moçambique. É formado em Linguística e Literatura pela Universidade Eduardo Mondlane e é professor de Literatura na Faculdade de Letras e Ciências Sociais na mesma Universidade. É autor do livro de contos Manifesto, Os Silêncios do Narrador (2010, novela), A Legítima Dor da Dona Sebastião (2013, novela), O Jovem Caçador e a Velha Dentuça (2016, infanto-juvenil), A Triste História de Barcolino, o homem que não sabia morrer (2017, novela), Rabhia (2017, romance), entre outros. No campo da crítica literária, publicou, em co-autoria, o livro Literatura Moçambicana – Da Ameaça do Esquecimento à Urgência do Resgate. Foi distinguido com o Prêmio Revelação Telecomunicações de Moçambique 2006, pela obra Manifesto; Prêmio 10 de Novembro 2008, do Município de Maputo, pela obra Os Silêncios do Narrador; Prêmio Literário Eduardo Costley-White 2016, pela obra Rabhia.

Recomendado

O homem elementar

2018-09-04
Desassossego
  O homem estacou muitas horas diante da pedra, o olhar em nada, tão pouco na referida pedra. Finalmente, os lábios abriram como um sambaqui, entã ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2018 REVISTAPESSOA.COM