Yara Monteiro

Nasceu em Angola, em 1979 e cresceu na Margem Sul, em Portugal. Apresenta-se como "trineta da escravatura, bisneta da mestiçagem, neta da independência e filha da diáspora”. No seu livro de estreia, Essa dama bate bué!,Yara Monteiro trata de género, raça, colonialismo, identidade e diáspora. É corresponsável pelo departamento de Cultura, Arte e Espetáculos do INMUNE – Instituto da Mulher Negra.

Recomendado

Mar Fronteira

2019-09-30
Desassossego - seção portuguesa
  Tinha-a presa ao pescoço. A pequena sapatilha de madeira estava presa ao cordão. Houve um tempo em que se quis matar. Logo após a sua chegada ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM