Bianca Coutinho Dias

É psicanalista, crítica de arte, ensaísta, coordenadora do Cine Cult Usp- Ribeirão Preto, fundou o Núcleo de investigação em arte e psicanálise do Instituto Figueiredo Ferraz que coordenou de 2011 até 2016, escreve em revistas de arte contemporânea como Select e Amarello e é autora do livro Névoa e assobio em parceria com a artista e ilustradora Júlia Panadés. Acompanha artistas e participa de publicações e livros com textos críticos sobre arte, cinema e literatura. Fez História da arte na Faap e mestrado em Estudos contemporâneos das artes na Universidade Federal Fluminense. 

Recomendado

Escritas da solidão

2019-11-06
Tabacaria
Que todo outro seja um abismo e uma queda: me parece ser esta a experiência que funda a existência. Uma noção profunda do humano nasce da consci&ecir ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM