Patrícia Lino

É professora universitária e poeta. Ensina literaturas e cinema luso-brasileiros na UCLA (University of California, Los Angeles). É a autora de Antilógica (2018) e Manoel de Barros e A Poesia Cínica (2019). Dirigiu Vibrant Hands (EUA, 2019) e Anticorpo. Uma Paródia do Império Risível (EUA, 2019). Publicou, apresentou e expôs ensaios, poemas e ilustrações no Brasil, em Portugal, no México, nos Estados Unidos, na Colômbia e na Espanha. A sua investigação centra-se, neste momento, na poesia contemporânea, culturas visual e audiovisual, paródia e anticolonialismo, intermedialidade e cinema luso-brasileiro. É editora da revista de poesia e crítica Virada. Mais informação aqui.

Recomendado

Meta-ensaio ou todas as coisas a que não respondi

2020-03-06
Tabacaria
  Como escrever um ensaio:   1º passo: ler o poeta. 2º passo: ler todos os textos que se escreveram sobre o poeta. 3º passo: questionar ...

Augusto de Campos: "Uma cidade com poemas brilhando"

2020-02-04
Orpheu
O poeta, tradutor, ensaísta, crítico de literatura e música Augusto de Campos é uma das maiores vozes intelectuais contemporâneas. Publicou o ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM