Felipe Fortuna

Felipe Fortuna é poeta, ensaísta e diplomata. Estreou com o livro de poemas Ou Vice-Versa (1986). Em 1991, lançou A Escola da Sedução, reunião de artigos e ensaios, quase todos sobre poesia, primeiramente publicados na imprensa brasileira. Reuniu novos poemas em Atrito (1992). Nova coletânea de poemas foi lançada em 1997, com o título Estante. Com A Próxima Leitura (2002), compilou ensaios sobre poesia, com destaque para as obras de Cruz e Sousa, Joaquim Cardozo e Elizabeth Bishop. Em Seu Lugar (2005) reuniu os três livros de poemas anteriores e um livro até então inédito. Em 2012, publicou A Mesma Coisa e, em 2014, O Mundo à Solta, ambos de poemas. Também publicou os livros Curvas, Ladeiras – Bairro de Santa Teresa (1998) e Visibilidade (2000), de ensaios. Traduziu a obra integral da poeta renascentista Louise Labé (1522-1566), no volume Amor e Loucura (1995).
Recomendado

Um apocalipse em câmera lenta

2015-02-18
Fingimento - seção brasileira
  Curadoria de Moacir Amâncio       ROYAL ASCOT   Ninguém é sério. Nem mesmo o cavalo vencedor. Tudo irmana rumo ao pasto: as moças feias, a ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM