Marina Damasceno de Sá

É graduada em Letras pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, onde também concluiu mestrado e doutorado na área de Literatura Brasileira. Sua dissertação “O empalhador de passarinho, de Mário de Andrade: edição de texto fiel e anotado” e sua tese “A poetagem bonita: edição e estudo de livro inédito de Mário de Andrade” foram financiadas pela Capes e orientadas pela Profa. Dra. Tele Ancona Lopez e pelo Prof. Dr. Marcos Antonio de Moraes, respectivamente, integrantes da Equipe Mário de Andrade no Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo. Atualmente, faz pós-doutorado sobre o manuscrito “O sequestro da dona ausente”, de Mário de Andrade, sob supervisão da Profa. Dra. Eliane Robert Moraes na FFLCH-USP

Recomendado

O estremecido intercâmbio luso-brasileiro

2020-07-15
Gazetilha
  O desinteresse dos modernistas brasileiros em ler seus contemporâneos portugueses, enquanto “estes fazem um real esforço pra conhecer e estimar a ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2020 REVISTAPESSOA.COM