Luisa Destri

Luisa Destri escreve e pesquisa – quase nunca nessa mesma ordem, muitas vezes sobre literatura, atualmente em torno da representação literária da maternidade. Tem doutorado em Literatura Brasileira (USP) e mestrado em Teoria e História Literária (Unicamp), com estudos sobre poesia brasileira. É coautora da biografia Eu e não outra – a vida intensa de Hilda Hilst (Tordesilhas, 2018).

Recomendado

Diante da dor e da morte da mãe

2021-07-28
Escritas da maternidade
  São muitas as frases lapidares de Lili: novela de um luto, de Noemi Jaffe. Fazendo da escrita uma maneira de viver a dor diante da morte da mãe (jamais ...

A nova mulher do século XIX

2021-06-22
Escritas da maternidade
  Neste momento em que a demanda de movimentos pela leitura da literatura escrita por mulheres encontra ressonância no público, chama atençã ...

Mãe branca, mãe preta e o início do romance no Brasil

2021-05-18
Escritas da maternidade
  Primeiro romance brasileiro publicado por uma mulher, Úrsula, de Maria Firmina dos Reis (1822 – 1917), não é um livro sobre maternidade. O ...

De onde venho, de onde viemos

2021-04-19
Escritas da maternidade
  “Eu estava na estação de metrô, voltando para casa. De repente, olhei em volta e percebi que todas as pessoas na estação eram ...

Maternidade e sororidade se fundem em narrativa sobre estupro

2021-03-18
Escritas da maternidade
  Vista chinesa, de Tatiana Salem Levy, é dos livros mais importantes dos últimos tempos. Por isso escolho comentá-lo neste texto que inicia minha ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2021 REVISTAPESSOA.COM