Como ser chato. Ou revolucionário

Maio - das 18h às 21h

Dias: 6, 13, 20, 27

Morada: R. de Santa Catarina, 1
1200-012 Lisboa

Opção online via Zoom

 

Preço: (IVA incluído)

Assinantes anuais: (IVA incluído)

Inscreva-se

Quem não conhece uma pessoa chata? Os chatos fazem parte da nossa vida, vemo-los como ladrões dos nossos limitados tempo e paciência. Mas reconhecemos que eles têm direito a existir e até suspeitamos que eles são necessários à vida em sociedade.

Ainda que ostracizados, vilipendiados e incompreendidos, os chatos são uma importante fonte de inspiração, não apenas para outros chatos, mas para todos nós. São, na máquina das relações sociais, o imprescindível travão que modera a velocidade excessiva das nossas expectativas e acções.

Este curso propõe ser uma viagem de descoberta da importância dos chatos e de reconhecimento do chato que há em todos nós. Há benefícios em ser-se chato – pelo menos de vez em quando, e sem exageros –, mas é importante saber domar essa pulsão e canalizá-la de forma positiva. O curso é composto de dois módulos, um fornecendo uma introdução pluridisciplinar ao chato, nas suas diversas vertentes, e outro, onde são realizados exercícios práticos de aprendizagem e treino de comportamentos chatos, com vista a uma boa inserção social e à valorização da chatice na vida pública e privada.

Tópicos: A história dos chatos; chatos na literatura mundial; chatos na vida privada; chatos na política
chatos no cinema; grandes chatos na história do mundo; por que razão a filosofia tem de ser chata? a psicologia do chato; a necessidade da chatice na sociedade; a chatice e as relações de género – o que é chato para um(as) não é para outro(as); predisposição natural, traço cultural ou função social? o chato pode ser revolucionário – a importância do chato na vida cívica.

Questões e exercícios de ordem prática: Que tipo de chato queremos ser? picuinhas, perguntadores e contrariadores; da função fática à função performativa.

Se preferir outro método de pagamento, envie uma mensagem para o seguinte email: mombak@revistapessoa.com

*

Na Mombak valorizamos os projetos dos participantes dos nossos cursos. Num ambiente acolhedor, nossas classes são formadas por grupos pequenos para que o ministrante possa, de fato, transmitir seu conhecimento, numa via de duplo sentido, e dar atenção a cada ideia, da fase de desenvolvimento à execução. Veja alguns resultados de cursos anteriores aqui


Desenvolvido por:
© Copyright 2024 REVISTAPESSOA.COM