do exílio 5 erro e errância

  era a primeira vez que ouvia. o erro. em continuidade. deslizando sobre os equívocos que meu corpo entretinha com aquele lugar. ...

Pecado da Mucama

zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz 1-  INQUÉRITO „Ai!, Piedade, Marechal!“ „Nada disseste, Mucama, mas sei no ...

Língua matada, língua vivida

  Em todo domínio que o escritor tem da própria língua habita a desconfiança desse mesmo domínio. Na f ...

Paraleralia

  Essa não é a minha última coluna na Revista Pessoa. Era pra ser. Talvez devesse ser.  No fim de 2018, um p ...

"Estamos é juntos". Angola e Brasil em 'Desmedida', de Ruy Duarte de Carvalho

Desmedida (Cotovia e Língua Geral) e Terceira Metade (Cotovia), os últimos livros que Ruy Duarte de Carvalho publicou, pautam uma v ...

Perspectivas de leitura entre dois antipássaros

  Essa leitura d’O Antipássaro, livro póstumo de Donizete Galvão cuidadosamente editado por Paulo Ferraz e Tar ...

Luiza Crosman, Blockchain e crítica institucional

  Na Bienal de São Paulo deste ano, Afinidades Afetivas, Luiza Crosman buscou intervir no modelo produtivo da instituiç&ati ...

Escola sem partido e falta de educação

  Sempre achei curiosa a ambiguidade do termo “falta de educação” em português. A expressão cria u ...

Agulha no palheiro

  Vicente abriu a mala, o cheiro tomou a sala. Um parmesão inteiro, sol coalhado na penumbra da tarde. Um queijo à procura ...
Desenvolvido por:
© Copyright 2019 REVISTAPESSOA.COM